A escritora Leocádia Regalo esteve ontem, dia 4, na nossa escola a dinamizar duas sessões literárias para o 5º e 6º ano à volta do seu livro do PNL, “Lia no país da poesia”, promovendo-se, mais tarde, uma enriquecedora sessão literária para os alunos do 10º ano, desta vez centrada no seu último livro “A duas vozes”. Este encontro permitiu-nos conhecer a vida e obra da escritora açoriana – apaixonada pelas ilhas, pela profissão docente e pelo saudoso “olhar nos olhos dos alunos”, pela escrita e poesia. Gentilmente acedeu a responder às questões colocadas pelos alunos das turmas, sempre com entusiasmo e afeto nas suas palavras.

A sua obra “Lia no país da poesia” pretende sensibilizar as crianças e jovens para o lirismo através da abordagem aos grandes poetas portugueses e é muito bem ilustrada pelas pinturas de Maria Guia Pimpão. Um livro de literatura infantil que se recomenda vivamente e já disponível na nossa biblioteca. Por seu turno, o seu último livro “A duas vozes” é um desafio de lusofonia poética, uma construção poética sua com o poeta brasileiro Álvaro Alves Faria que resulta numa obra extraordinária.

Uma palavra de apreço a todos os alunos que participaram nesta iniciativa, aos professores de Português que muito bem prepararam os seus discentes, aos professores Luís Baião e Paula Campos pelos excelentes momentos musicais proporcionados com os respetivos alunos e à docente Márcia Moreira pelo suporte gráfico.

Estamos certos que este feliz encontro com a escritora Leocádia Regalo voltará a repetir-se.

Escola recebe distinção “Escola eTwinning”

O Agrupamento de Escolas de Canelas obteve a distinção “Escola eTwinning”, sendo um dos cinquenta e nove agrupamentos nacionais a receber esse reconhecimento, num total de mil e quatro escolas europeias distinguidas em 2019.

Esta distinção é feita em resultado do agrupamento estar a desenvolver projetos “eTwinning” há́ pelo menos dois anos; ter um desses projetos obtido o “Selo Nacional eTwinning”; ter nesse período um grupo de docentes a dinamizar projetos e estar a desenvolver uma política digital e de eSafety.

O nosso agrupamento irá com esta distinção obter uma maior visibilidade a nível europeu, integrando uma rede europeia de escolas eTwinning, o reconhecimento como líder nas áreas de práticas digitais e eSafety, em abordagens inovadoras e criativas à pedagogia e na promoção de práticas de ensino colaborativas com o pessoal docente e alunos.

A referida certificação legítima a nossa escola a ter a possibilidade de exibir o Selo de Escola eTwinning em todos os materiais de promoção e informação, beneficiando-a nas candidaturas ao projeto Erasmus, já que proporciona pontuação adicional, bem como a valorização da escola no acesso a candidaturas e projetos “eTwinning”. 

Biblioteca com projeto financiado pela RBE

Em virtude de ter visto aprovada a sua candidatura ao projeto “Todos juntos podemos ler” da Rede de Bibliotecas Escolares, a biblioteca escolar irá receber um apoio financeiro de 2600 euros destinado à aquisição de tablets e livros. Este projeto é de dois anos e destina-se a apoiar a implementação de programas inclusivos de leitura, dirigido a um grupo de 40 alunos e apoiado por diversas estruturas/projetos do nosso agrupamento.

A escola fez-se representar na entrega dos certificados em Lisboa, no passado dia 20 de março, no encontro da RBE de apresentação das candidaturas de 2019.

Esta candidatura pretende dar um contributo decisivo à ação da biblioteca escolar na promoção da escola inclusiva e para o desafio que lhe é atribuído no domínio da leitura no agrupamento. Assume-se como um projeto de leitura para TODOS, com ações contínuas e regulares, em que a biblioteca escolar é promotora de atividades para alunos com insucesso escolar e para alunos oriundos de outros países com dificuldades de aprendizagem e inclusão.

A biblioteca escolar, em articulação com os docentes das disciplinas e conselhos de turma, pretende intervir de um modo contínuo e sistemático na promoção da competência leitora, como resposta à diversidade das necessidades e potencialidades de todos os alunos incluídos no projeto, e que se traduza na capacidade de mobilização e integração dos saberes disciplinares, em contextos de inclusão e de exercício da cidadania.

Poetas à solta

Os alunos do 2º Ciclo da turma C do 6º ano (Henrique, Lara, Catarina, Beatriz Duro, Leonor e Alexandra) e as alunas Sara e Tatiana do 12º ano transformaram-se em poetas no dia 20, a propósito da celebração do Dia Mundial da Poesia. Ao longo de toda a manhã, deambularam por todas as salas de aula dos diferentes níveis e ciclos de ensino, apresentando-se como poetas (Almada Negreiros, Fernando Pessoa e Florbela Espanca), declamando poesia e apresentando esses extraordinários poetas portugueses. E Portugal, sem dúvida, é um país que produz grandes poetas… Tudo em prol da poesia e do prazer de ler e escrever!

Um agradecimento aos alunos e aos respetivos professores que prepararam cuidadosamente esta atividade em articulação com a biblioteca escolar.

“Os livros da minha vida” – Prof.ª Paula Morais

A biblioteca escolar contou com a participação da professora Paula Morais na dinamização da atividade “Os livros da minha vida”, pretendendo-se que, por via da apresentação de um conjunto de livros que ajudaram a formar um leitor, os alunos se sintam cativados para o ato de ler. E foi o que aconteceu! A professora Paula Morais fez uma extraordinária abordagem aos livros que a marcaram como leitora e que foram até fundamentais em determinados períodos da sua vida. O seu discurso foi encantador, emotivo e apaixonado. Falou dos livros, das histórias, dos autores e das suas experiências literárias, de um modo tão sentido, próprio de quem ama os livros e a leitura. Inspiradora a sua preleção. Os alunos do Ensino Secundário não poderiam ter tido melhor testemunho da importância da leitura.