Regulamento

Regulamento da Biblioteca Escolar
2019/2021

A Biblioteca Escolar, doravante designada de BE, situa-se no piso 0 da escola sede do Agrupamento de Escolas de Canelas, funcionando todos os dias úteis, das 8:15 h. às 17:30 horas.
A BE é composta por seis áreas distintas:
• Área 1 – Leitura Informal e espaço audiovisual
• Área 2 – Informática
• Área 3 – Leitura Formal
• Área 4 – Trabalho individual, pares e grupo
• Área 5 – Infantojuvenil
• Área 6 – Pequeno Auditório

A BE deve proporcionar um ambiente acolhedor e de silêncio favoráveis ao estudo, leitura, consulta e pesquisa, pelo que devem ser evitadas conversas em voz alta, garantindo-se, assim, uma atitude de respeito e consentânea com o seu propósito.
O serviço BE destina-se à promoção de atividades dinamizadoras do gosto e promoção de hábitos de leitura, sessões, colóquios, exposições de livros ou trabalhos e outras previstas no Plano Anual de Atividades.
Em caso de incumprimento das regras de funcionamento da BE, os utilizadores serão chamados à atenção e, em caso de reincidência, encaminhados para o Espaço Vida e Arte.

UTILIZADORES

1. São utilizadores da BE todos os alunos, docentes, funcionários e encarregados de educação da escola, estando limitada a sua utilização aos regulamentos específicos de cada área.
2. Têm no local, à sua disposição, um livro de sugestões.

DIREITOS

1. Os utilizadores da BE podem:
a) Utilizar os seus serviços/equipamentos e participar nas suas atividades dentro do horário previsto;
b) Requisitar espaços, equipamentos, material didático e não didático e software para consulta/utilização;
c) Os utilizadores podem obter fotocópias de páginas de livros, artigos de publicações periódicas ou de outras publicações impressas. Para isso deverão preencher um impresso (TRAGO JÁ) junto do funcionário, com nome de utilizador, ano e turma bem como o título da obra a requisitar e seu número de registo.

NORMAS

1. Os utilizadores da BE devem:
a) Manter em boas condições todo o fundo documental, equipamento, software, materiais e mobiliário da BE;
b) Cumprir todos os procedimentos específicos relativos à utilização dos equipamentos e acatar todas as comunicações, informações e avisos que digam respeito à BE, procedendo em conformidade;
c) Os utilizadores devem consultar o funcionário do serviço antes de utilizar qualquer material ou equipamento da BE;
d) Os utilizadores devem efetuar o registo diário digital referente às atividades realizadas na BE;
e) Todo o material depois de utilizado deve ser entregue ao funcionário do serviço ou colocado no local próprio;

f) Os utilizadores devem deixar limpo e arrumado o espaço que utilizaram. Não lhes é permitido ingerir alimentos no interior da BE, bem como dialogar de forma incomodativa ou apresentar posturas que se manifestem desajustadas;
g) Sempre que pretendam requisitar livros para leitura domiciliária ou outro que não seja o espaço escolar, os utilizadores devem preencher uma ficha de requisição;
h) O material requisitado deve ser entregue nas mesmas condições em que o utilizador o recebeu e no prazo estipulado;
i) Em caso deterioração ou extravio do material devem os utilizadores imediatamente comunicar ao funcionário, bem como repô-lo ou entregar a quantia necessária à sua aquisição;
j) Os Encarregados de Educação ou outros elementos da comunidade educativa poderão utilizar a BE mediante a apresentação do cartão de cidadão/bilhete de identidade;
k) Sempre que os utilizadores queiram consultar livros, periódicos ou outro material didático disponível, deverão deixar nos cacifos da BE mochilas e outros objetos de uso pessoal;
l) É dever dos utentes ter conhecimento de todas as comunicações, informações e avisos respeitantes à BE e proceder em conformidade.

PROCEDIMENTOS ESPECÍFICOS

ÁREA DE LEITURA FORMAL
REQUISIÇÃO NO LOCAL

1. Os livros e material audiovisual podem ser requisitados para consulta no local ou nas aulas.
2. A consulta deve ser feita preferencialmente na BE, podendo também, no caso do pessoal docente e não docente, ser efetuada, mediante requisição, noutro local da escola.
3. Em caso de necessidade de consulta fora da BE, deve preencher-se um impresso próprio (TRAGO JÁ), informando do local onde se realizará a consulta. Após esta, deverá sempre proceder-se à devolução do material requisitado.

4. Os utilizadores, sempre que necessário, devem pedir auxílio ao funcionário para aceder ao material necessário à sua consulta.
5. Após a consulta, os utilizadores deverão dirigir-se ao funcionário e entregar em mão o material requisitado ou colocá-lo nos lugares indicados (carro).

EMPRÉSTIMO PARA AULAS OU OUTROS LOCAIS DA ESCOLA

1. A requisição para consulta em outros locais da escola é feita exclusivamente mediante apresentação do cartão da escola (aluno, docente ou funcionário).
2. Podem ser requisitados para consulta nas aulas os documentos que se seguem:
a) Livros e periódicos;
b) Dicionários;
c) Mapas;
d) Manuais escolares, cadernos de exercícios e outros materiais de apoio à prática pedagógica.
1. O empréstimo para consulta nas aulas não pode ser superior ao tempo letivo para o(s) qual(quais) foi requisitado.
2. Todos os materiais requisitados devem ser entregues apenas ao funcionário da BE.
3. O material requisitado deve ser devolvido em bom estado, caso contrário o requisitante é obrigado a pagá-lo ou substituí-lo no prazo máximo de dez dias.
4. Caso não proceda à reposição ou ao pagamento do material em falta, o requisitante poderá ficar impedido de proceder a consultas e requisições.

EMPRÉSTIMO DOMICILIÁRIO

1. A leitura domiciliária é facultada a toda a população escolar e encarregados de educação.
2. A requisição de materiais para consulta domiciliária aos Encarregados de Educação é feita através de um impresso próprio, o qual deverá ser total e corretamente preenchido. Neste caso é necessária a apresentação do cartão de cidadão ou bilhete de identidade.
3. Podem ser requisitados para empréstimo domiciliário:
a) Livros ou outros materiais que não estejam reservados;

b) Manuais escolares e cadernos de exercícios.
1. Não podem ser requisitados para empréstimo domiciliário:
a) Obras de referência, tais como enciclopédias, dicionários, catálogos;
b) Revistas ou outras publicações periódicas;
d) Obras consideradas raras ou de encadernação de luxo, cujo estado físico ou valor desaconselhem o seu empréstimo.
O empréstimo domiciliário não pode ser superior a uma obra/publicação por um período máximo de 10 dias.
A requisição pode ser renovada até 20 dias consecutivos, no máximo, cabendo ao funcionário do BE aceitar ou não tal renovação (por exemplo, caso haja outro utilizador interessado no material).
1. Os livros requisitados devem ser devolvidos em bom estado. Caso contrário o requisitante é obrigado a pagá-los ou substituí-los no prazo máximo de 15 dias.
2. Os utilizadores responsabilizam-se pela conservação física dos documentos e pela sua devolução no prazo estipulado, devendo assinalar ao funcionário, no ato de requisição, quaisquer danos anteriores, a fim de não serem por eles responsabilizados.
3. O material requisitado no dia de aulas imediatamente anterior às interrupções letivas deverá ser devolvido no primeiro dia do recomeço de aulas, se essa interrupção for superior a cinco dias.
4. Todos os empréstimos cessam três semanas antes do fim do ano letivo.
5. A entrega do material requisitado em regime domiciliário deve ser feita preferencialmente durante os intervalos e hora de almoço para não perturbar o ambiente de trabalho dos utentes da BE.

ÁREA INFANTOJUVENIL

1 – Esta área destina-se aos alunos da Educação Pré-Escolar e do 2º Ciclo do Ensino Básico de toda a unidade orgânica, bem como aos seus docentes.
2 – Tem prioridade sobre todas atividades nesta área aquelas que sejam promovidas pelos educadores e professores e se destinem aos alunos da Educação Inclusiva.

ÁREA DE LEITURA INFORMAL E AUDIOVISUAL

1. Esta área de Leitura Informal é destinada à leitura de jornais, revistas e outras publicações periódicas. Todas as publicações que se encontrem neste espaço podem ser manuseadas livremente, sem que para tal seja necessária requisição. Após a sua utilização, as publicações deverão ser colocadas, pelo utilizador, no mesmo local.

2. Neste espaço é permitido o visionamento de filmes, desde que cumpridos os requisitos necessários (dois alunos no máximo, com uso obrigatório de auscultadores).

ÁREA DE TRABALHO INDIVIDUAL, DE PARES E GRUPO

1. A área de Trabalho destina-se ao estudo autónomo e ao desenvolvimento de tarefas de grupo, à produção de trabalhos gráficos e outras atividades decorrentes da dinamização da biblioteca escolar ou de natureza disciplinar ou área curricular.
2. Os utentes desta área devem trabalhar em silêncio de forma a respeitar todos os utentes.

ÁREA DE INFORMÁTICA

Este setor destina-se a alunos, docentes e pessoal não docente. Estes computadores reservam-se aos alunos para sua utilização no âmbito do desenvolvimento de estudo/trabalho autónomo de natureza disciplinar ou de complemento curricular.
1. Os alunos podem desenvolver atividades nos computadores, sempre no âmbito de trabalhos escolares.
2. Os alunos devem pedir permissão de acesso aos computadores no balcão da BE.
3. Não é aconselhável a gravação de trabalhos nos discos rígidos dos computadores. Os utilizadores devem ser portadores de “pendrive” para gravação dos seus trabalhos.
4. A partir das dezasseis horas os alunos poderão realizar atividades de caráter lúdico.

5. Todos os utilizadores ficam obrigados a comunicar ao responsável quaisquer danos ocorridos ou anomalias verificadas durante a utilização de equipamentos e materiais.

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DA INTERNET

1. Terão acesso à Internet todos os utilizadores da BE.
2. Terão acesso prioritário à internet alunos, acompanhados ou não pelo docente, tendo em vista a pesquisa sobre assuntos relacionados com atividades de natureza curricular ou de complemento curricular.
3. Os sites/temas pesquisados pelos alunos prender-se-ão unicamente com as temáticas curriculares ou de interesse cultural e formativo.
4. O pessoal responsável pela BE poderá supervisionar as conversações e a natureza da pesquisa e, em caso de uso contrário ao disposto no ponto 3 deste artigo, os utilizadores poderão ser obrigados a terminar, no momento, a utilização do serviço de internet.
5. Os utilizadores deverão observar e cumprir as indicações de funcionamento dos equipamentos.
6. Caso se verifique qualquer anomalia durante a utilização, o utente deverá comunicar de imediato ao responsável.

SERVIÇOS DE IMPRESSÃO

1. Impressão de documentos:
a) Os utilizadores docentes podem imprimir documentos a preto e branco no âmbito das suas atividades escolares, de acordo com o respetivo plafond que dispõem.
b) Os utilizadores alunos só podem imprimir documentos depois de requererem autorização junto do funcionário responsável.
c) As impressões não autorizadas, repetições e os desperdícios terão que ser pagos pelos utilizadores.
d) Todas as impressões para uso pessoal serão pagas mediante tabela existente na escola.

Aprovação em Conselho Pedagógico a 4 de outubro de 2018