Painel dos Alimentos do Mar recebe 2º Prémio

O Painel dos Alimentos do Mar elaborado pelos alunos do 7.ºA, recebeu o 2.º Prémio, no âmbito do Programa Eco-Escolas. Este desafio foi implementado nas aulas de Cidadania e Desenvolvimento pela docente Cristina Lima, Coordenadora do PPES, em parceria com a docente Odete Melo, Coordenadora Eco-Escolas, e com os docentes Américo Gonçalves e Márcia Moreira, envolvendo as disciplinas de Ciências Naturais, Geografia, Educação Tecnológica e Educação Visual.

O objetivo deste painel é informar sobre a importância do consumo de peixe, alertando, simultaneamente, para a necessária sustentabilidade dos oceanos.

Parabéns a todos os envolvidos neste projeto!

     

Este slideshow necessita de JavaScript.

Brigada da Cantina recebe 1º Prémio

A Brigada da Cantina, constituída por alunos do 7.ºA, recebeu o 1.º Prémio (ex-aequo), no âmbito do Programa Eco-Escolas. Este desafio foi implementado nas aulas de Cidadania e Desenvolvimento pela docente Cristina Lima, Coordenadora do PPES, em parceria com a docente Odete Melo, Coordenadora Eco-Escolas, com a colaboração da docente Patrícia Sá e envolveu as disciplinas de Ciências Naturais, Geografia e Matemática.

A Brigada da Cantina trabalhou aspetos como os hábitos alimentares; a promoção de hábitos de higiene das mãos; o grau de interferência do telemóvel e outros equipamentos eletrónicos durante a refeição; a quantidade de desperdícios alimentares e o destino dos restos e sobras de comida.

Parabéns a todos os envolvidos neste projeto!

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Uma praia mais limpa!

No sábado de manhã, dia 8 de junho, os alunos, pais, professoras, educadoras e auxiliares da Escola Básica do Alquebre, foram à Praia de Miramar para fazer uma limpeza da praia.

Apetrechados com sacos e luvas, todos os participantes recolheram o lixo espalhado pelo areal.

Para além de estar uma manhã muito agradável, a nossa missão foi cumprida e, de uma forma divertida, contribuímos para um Planeta melhor!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Prémio Internacional Jovens Repórteres para o Ambiente

A fotografia “Next Stop OCEAN” venceu o 2.º lugar na Competição Internacional dos Jovens Repórteres para o Ambiente – Young Reporters for The Environment International Competition.

Esta fotografia foi realizada no âmbito da participação do 7.ºB na Campanha Planet Or Plastic da National Geographic, através do Programa Eco-Escolas, sob coordenação dos docentes Américo Gonçalves e Odete Melo, em colaboração com a docente Paula Aires.

A fotografia “Next Stop OCEAN” tem por objetivo alertar para a importância da correta deposição das beatas de cigarros no lixo. Quando as pessoas as deitam no chão, elas são arrastadas para o mar pela água da chuva, através dos sistemas de escoamento de águas pluviais. As beatas são dos itens que surgem em maior número no lixo que se encontra nas praias. Impõe-se uma mudança radical de hábitos: quando alguém fuma um cigarro, tem de depositar a beata no local adequado e não no chão.

Parabéns aos alunos Diogo Ribeiro; Inês Santos; Inês Martins; Mariana Ferreira; Tatiana Vicente e Tomás Oliveira, pelo seu empenho no desafio e a todos os envolvidos na construção dos elementos da fotografia.

 

O Dia Mundial da Poesia

 

O Dia Mundial da Poesia celebra-se todos os anos, a 21 de março, desde 1999. Na minha opinião, este dia deve ser festejado por todos.

Em primeiro lugar, julgo que se deve celebrar este dia, pois se não existisse poesia as pessoas andavam sempre com os mesmos sentimentos, não haveria alegria, já que é a poesia que nos traz a alegria.

Em segundo lugar, penso que se deve fazer uma festa neste dia, pois é a poesia que nos une, é ela que dá entusiasmo às nossas vidas.

Assim, nesta data, todas as famílias de cada país deviam ler à noite, em conjunto, um pequeno poema ou, no mínimo, poderiam reunir-se e refletirem em família sobre este dia tão especial.

Concluindo, o Dia Mundial da Poesia deve ser festejado, já que é um momento especial para todos.

Tomás Afonso, nº27   7º D

 

O Dia Mundial da Poesia tem que ser comemorado, uma vez que a poesia é importante e faz parte da cultura.

De facto, a poesia é como pássaros com as suas asas para poderem voar e serem livres. A poesia é quando a imaginação se solta e começa a bater as asas. Por isso, a poesia tem que ser celebrada, em agradecimento e homenagem aos poetas, que dedicam o seu tempo a escrever poemas.

Na minha opinião, podemos celebrar o Dia Mundial da Poesia, escrevendo poemas e declamando-os. Além disso, podemos celebrar esta efeméride, dedicando poemas a vários poetas ou a outras pessoas.

 Concluindo, a poesia é essencial para se poder crescer com imaginação, por isso, devemos sempre celebrá-la.

 

                                                                                                                      Joana Monteiro,Nº 15  7º D

                                                                                                                             

Eu penso que o Dia Mundial da Poesia deve ser comemorado, pois a poesia permite refletir sobre várias realidades em pequenas estrofes. A poesia é, também, uma maneira de brincar com as palavras, como acontece com canções de vários estilos musicais. O Hip-hop e o Rap associam palavras, tal como um poema, só que com ritmo.

Para mim, este dia deve ser comemorado, escrevendo um poema ou a fazer um duelo de rimas (mas só na brincadeira).

Concluindo, eu concordo plenamente com a celebração do Dia Mundial da Poesia, pois gosto de ouvir as músicas que são escritas com associação de palavras e gosto de aprender, lendo poemas. Podemos narrar vários acontecimentos e até histórias através de um poema, que é uma maneira fácil de escrever.

Rodrigo Fonseca, nº 25, 7º E

 

      A 21 de março celebra-se o Dia Mundial da Poesia.

Na minha opinião, esta celebração é muito importante para o desenvolvimento criativo e mental dos jovens. Além disso, é uma forma de promover a educação literária e desenvolver a criatividade.

 Podemos comemorar este dia com exposições de poesia e com eventos comemorativos, nas escolas, em espaços públicos ou mesmo em família.

Esta iniciativa, por parte da UNESCO, é criativa e dedicada a todos, com o intuito de mostrar o que a poesia pode fazer pela humanidade.

                             Ana Mota, nº 1, 7º E