LIVR’ À MÃO

A medida “LIVR’ À MÃO ” integra a ação “Escola a Ler” que aposta na leitura como estratégia de recuperação e consolidação de aprendizagens. Esta medida que está já em curso no nosso agrupamento, implementa a leitura silenciosa de um livro, revista ou jornal que o aluno traz sempre consigo, em momentos letivos autorizados pelo professor (sempre que exista um tempo livre na aula: final de tarefas/atividades/aula de substituição…). A leitura é fundamental para a aprendizagem e desenvolvimento de inúmeras competências, ganhando espaço na sala de aula e no processo educativo dos alunos.

Um agradecimento a todos os docentes pela colaboração e implementação desta medida, transformando momentos da aula em oportunidades de leitura. Ler é condição para o conhecimento.

This slideshow requires JavaScript.

Poetas andarilhos na biblioteca…e não só!

Rigorosamente organizados pelos elementos de Português da equipa da biblioteca do 3º Ciclo, após muitos ensaios e inquietações, mas também de muita alegria partilhada, os Poetas Andarilhos (Pedro, Lara, Sami, Rayssa, Anas, Franciscas, Joana, Luiza, Augusto e Inês) encheram a biblioteca com a sua presença colorida de vermelho, alusiva ao Natal, declamaram com meritória postura e qualidade declamatória, à volta dos livros da feira do livro, alguns pedaços de poesia de outros natais, fonte de inspiração de poetas da nossa terra.  As palavras e as mensagens poéticas encheram o espaço e correram pelas pautas, brincando com as notas musicais de um violino ainda tímido.

This slideshow requires JavaScript.

Texto adaptado da publicação do portal do agrupamento “Jantar do Natal de 2022”.

Feira do livro

Ao entrar hoje na biblioteca escolar deparei com um triste cenário: os livros da feira do livro da biblioteca escolar encaixotados. É sempre um momento nostálgico ver a partida de objectos tão queridos à biblioteca escolar, os maravilhosos livros. E que importantes que eles são…amigos incondicionais, com emoções, sonhos, testemunhos, conversas, mensagens…retratos da existência e que tornam a memória imortal. Livro, objeto de papel sagrado e vivo, alimento do espírito e da alma.

A feira do livro abriu em dezembro e permitiu o contato com os livros a alunos de todas as idades…algumas vezes resultaram na compra e outras não…ficou quase sempre o prazer de tocar e desfolhar os livros… talvez a semente para futuras leituras.

Um agradecimento especial aos elementos da equipa da biblioteca que sustentaram todo o processo de preparação, organização e gestão da feira do livro.

Formação para docentes: Plickers

No âmbito do Plano de Atividades das bibliotecas escolares do agrupamento, a professora bibliotecária Paula Moreira, nos dias 6 e 20 de dezembro, ministrou uma sessão formativa sobre o aplicativo digital Plickers para um grupo de docentes.

Além de uma explicitação sobre a utilização do referido aplicativo digital, a professora bibliotecária disponibilizou ainda a todos os presentes um tutorial sobre a utilização desta ferramenta de avaliação digital.

O Plickers é um aplicativo inovador para aplicação de testes aos alunos. Além de aplicar utilizando o telemóvel (somente o do professor), é possível saber quem e quantos alunos acertaram e/ ou erraram a questão, com informação detalhada em tempo real.

O escritor Miguel Borges veio à escola

Durante o mês de dezembro, o escritor Miguel Borges dinamizou sessões literárias nas escolas EB1/JI de Megide, EB1/JI do Curro, EB1 de Loureiro 2 e JI de Loureiro 1.

O autor trouxe a magia das palavras aliadas à dramatização de cenas, levando os alunos a poderem imaginar situações, de que são exemplo, como seria se em 2042 fossem adultos com profissões bem-sucedidas e se cruzassem com um carteiro desastrado que andava sempre a cair de buraco em buraco (…), ou, então, se fossem um grupo de animais amigos que viviam numa floresta e estivessem a preparar uma festa surpresa para o aniversário do Lobo Mau (…).

This slideshow requires JavaScript.

O autor proporcionou às crianças uma divertida viagem pelo mundo imaginário, mostrando como pode funcionar o processo criativo da criação de histórias.  Todas as turmas assistiram às apresentações do autor de forma muito entusiástica.

As sessões contaram também com um diálogo entre o escritor e os alunos, em que estes puderam contactar bem de perto com a boa disposição do autor e satisfazer algumas das curiosidades que tinham sobre a sua vida e obra. Após cada sessão houve lugar a uma sessão de autógrafos.