Mobilidade Erasmus em Canelas – Projeto da Biblioteca Escolar

Enquadrado no projeto Erasmus da biblioteca escolar “School libraries promoting readers, values, literacies, skills and inclusion”, decorreu na EBS de Canelas de 6 a 10 de setembro o seu primeiro meeting – Short-term joint staff training events – Erasmus + KA229, integrando 6 professores oriundos da Polónia, Grécia e Itália a que se juntaram quatro docentes portugueses. Este primeiro encontro foi organizado para promover um intercâmbio e partilha de boas práticas entre os representantes destes quatro países. Analisaram-se questões como o papel das bibliotecas na educação e na formação dos jovens e a sua importância na escola para favorecer inúmeras literacias ou ainda as atividades de leitura e as boas práticas de literacia de leitura existentes em cada uma das escolas representadas. Ao longo da semana de trabalho teve ainda lugar um “worshop” sobre a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) e a organização das bibliotecas escolares no nosso país, dinamizado pela Coordenadora Interconcelhia das Bibliotecas Escolares de Gaia e Porto, Drª Maria João Castro, que teve oportunidade de apresentar as virtudes desta estrutura do ministério da educação português, lembrando, simultaneamente, as exigências e desafios profissionais que ela coloca aos professores bibliotecários e às bibliotecas escolares. Concluiu-se que o nosso sistema é o mais evoluído de entre os quatro países europeus a esse nível organizacional das bibliotecas, sendo que nos restantes países vigora ainda um sistema equivalente ao de Portugal em 1996, altura em que foi criada a RBE. Apenas na Polónia existem também professores bibliotecários, embora não trabalhando com o suporte que é prestado pela RBE, desconhecendo o sistema de avaliação das bibliotecas que vigora em Portugal.
Este projeto Erasmus tem ainda como propósito a fundação de uma biblioteca na escola grega de Creta e o apoio à transformação do espaço precário existente na biblioteca da escola italiana. Foram ainda definidas as datas para as próximas mobilidades e os livros sobre o Holocausto que serão apresentados aos alunos como propostas de leitura ao longo do período de vigência do projeto. Definiram-se também um conjunto de procedimentos associados à gestão do projeto e à sua implementação.
A parte cultural deste encontro Erasmus recaiu sobre as cidades de Gaia e Porto, destacando-se as visitas ao Solar Condes de Resende, à livraria Lello, Torre dos Clérigos, Palácio da Bolsa e Igreja de S. Francisco, entre outras áreas de interesse cultural das zonas históricas das duas cidades.
Assinale-se a enorme empatia e amizade que coexistiu ao longo da passada semana entre o grupo, o que aliás não podia ser de outra forma entre professores que comungam entre si a paixão pelos livros e pela leitura. Uma semana fantástica de evolução profissional e de conhecimento de outras culturas!

Aristides de Sousa Mendes – trabalho multidisciplinar (DAC)

No âmbito da temática «Holocausto» e «Personalidades que marcaram a diferença» os alunos do 6ºA realizaram um trabalho multidisciplinar (DAC) cujo produto final é a apresentação em kamishibai e em rape da história de um herói português do século XX, Aristides de Sousa Mendes.

Este projeto contou com a colaboração das disciplinas de Português, HGP, Inglês, Ed. Visual e com a criatividade e empenho de todos os alunos da turma.

A biblioteca escolar agradece a colaboração destes docentes e respetivos alunos na abordagem do tema central dos seus projetos Erasmus, enaltecendo a sua originalidade e qualidade e que muito terá contribuído para o conhecimento desse grande herói humanista, Aristides de Sousa Mendes.

 

Mural “Os Justos entre as Nações”

No âmbito do projeto Erasmus desenvolvido pela Biblioteca Escolar associado ao tema Holocausto, a biblioteca criou um mural colaborativo (Padlet) intitulado “Os Justos entre as Nações”, convidando os alunos a participarem nesta atividade, permitindo conhecer e  divulgar à comunidade os homens e mulheres que, enfrentando o perigo, tiveram a coragem de salvar milhares de judeus das mãos criminosas dos nazis.

https://padlet.com/equipabe/r9vftx7mh0wqha4x

Aristides de Sousa Mendes presentation

Síntese, em inglês, da exposição oral subordinada ao tema O Holocausto – lembrar os 75 anos da libertação de Auschwitz e os 135 anos do nascimento de Aristides de Sousa Mendes, realizada na disciplina de português, na turma 8.º E.

Hello, my name is Dinis and I’m here to talk to you about Aristides de Sousa Mendes.

Aristides de Sousa Mendes was born in Cabanas de Viriato, county of Carregal do Sal, in Portugal on the 19th July 1885. In 1907 he moved to Lisbon, after concluding his degree in Law in the University of Coimbra.

In 1938, on the Eve of the beginning of World War II, Salazar appointed him as his consul in Bordeaux, France. And this is how the important history of Aristides de Sousa Mendes begins.

On July 1940, the consul met with Rabbi Kruger, who had escaped to a Nazi-occupied Poland. There, he said that he would have a talk with the Lisbon’s government, to withdraw the visa suspension order but they refused Aristides’s proposal.

So, Aristides made a decision when facing such injustice. He decided to issue visas without distinction of “race or religion”.

Also in July 1940, from 17 to 19, consul Aristides worked hard issuing visas with the help of his children.

However, Aristides’s heroic attitude resulted in severe punishments.

Aristides de Sousa Mendes may be an unknown name for ones but a very close one for others. A unique Portuguese historical figure, a human being with a very good heart, who saved many lives from a tragic end. A case in which, in my opinion, Portuguese history did not treat its heroes well.

Dinis Ribeiro Sousa (8.º E)