Arquivo da Categoria: Página inicial

PORQUE A TUA OPINIÃO CONTA  

Texto expositivo-argumentativo a propósito da (in)compatibilidade entre a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento económico.

   Ultimamente, temos vindo a assistir a uma desagregação climática e às consequentes manifestações que têm o objetivo de chamar a atenção das forças governamentais para impedir que esta crise continue a crescer.

   Na verdade, a população mundial tem vindo a aumentar e isso exige que a produção acelere também e que haja espaço disponível para a nova população habitar. Logo, os graus de poluição e de desagregação quer de ecossistemas quer dos espaços verdes aumentarão. Paralelamente, existem outros fatores que contribuem para intensificar estas consequências, nomeadamente, os transportes aéreos, que emitem muita radiação, o consumismo excessivo, o desperdício de comida e de bens, entre outros.

   Face ao exposto, o planeta Terra não aguentará estes níveis de poluição abundantes, acumulará gases de efeito de estufa que resultarão na destruição da camada de ozono e, assim, a temperatura irá aumentar, pois a camada protetora da Terra não será capaz de reter os raios ultravioleta do sol, ou seja, o termómetro já traduz um sinal de alerta elevado.

   No entanto, infelizmente, está nas raízes do ser humano, o egoísmo, a ambição e a ganância que nos torna (a todos) cegos aos avisos que tanto o planeta como os animais têm vindo a dar. Será possível que os poderosos deixem os seus hábitos e comecem a mostrar preocupação com o ambiente em que vivem? Com o ar poluído e sujo que respiram? E também com as paisagens que estão a ruir? Sim, é possível, mas a este ritmo será tarde demais.

   No fim, quando tudo estiver destruído, quando a última gota de água secar, quando a última molécula de oxigénio for respirada, e quando a ínfima migalha for consumida, o Homem aperceber-se-á de que o dinheiro não é assim tão poderoso como julga.

 

Gato Doméstico

     Existem cerca de 250 raças de gatos domésticos que podem viver entre 15 a 20 anos. Devido à sua personalidade independente, tornou-se num animal de companhia em diversos lares ao redor do mundo. Culturalmente, o gato é uma figura mitológica e símbolo de superstições, passando ainda por personagem de desenhos animados, filmes e contos de fadas. Entre os mais conhecidos: Tom, gato Félix, o Gato das Botas, Garfield, entre muitos outros. Relativamente às civilizações egípcias, celta e persa destacam-se por terem em comum a presença de deuses que se apresentavam na forma de gatos.

     De acordo com um mito existente em diversas culturas, os gatos possuem sete ou nove vidas. Esta lenda surgiu devido à habilidade que estes felinos possuem para escapar de situações que envolvam risco à sua vida. Na Idade Média acreditava-se que os gatos pretos eram bruxas transformadas em animais.

Afonso Pinto, 6H, nº1

– PROJETO NAVEGAR COM A BIBLIOTECA –

 

Os 500 anos da primeira viagem de circum-navegação, de Fernão Magalhães

               No dia 23 de janeiro, os professores Augusto Oliveira e Paula Rodrigues (docentes da disciplina de História no Agrupamento de Escolas de Canelas) visitaram a EB1/JI do Monte para dinamizar connosco (alunos da turma MT-B, do 1º e 4ºano) uma atividade sobre as comemorações dos 500 anos da primeira viagem de circum-navegação.

            Antes da visita, sentimo-nos muito entusiasmados porque, como temos vindo a estudar a «História de Portugal», estávamos curiosos para conhecermos mais pormenores sobre este episódio histórico tão importante para a humanidade.

           Em primeiro lugar, os professores referidos apresentaram-nos um vídeo onde pudemos observar os diferentes locais por onde passou e parou Fernão de Magalhães (navegador português ao serviço dos reis de Espanha) durante esta viagem pioneira e os vários obstáculos que enfrentou. O professor Augusto completou as informações mostrando-nos, no globo terrestre e no planisfério, alguns dos locais mais emblemáticos desta viagem.

            De seguida, os docentes mostraram algumas obras alusivas à temática, lendo alguns excertos de livros sobre Fernão de Magalhães.

          Com esta atividade aprendemos muitas coisas, das quais destacamos que esta expedição começou a sua viagem com cinco embarcações e mais de 200 homens, comandados por Fernão de Magalhães; teve a duração de três anos; algumas das regras que o capitão implementou para que a viagem tivesse o sucesso esperado; a descoberta de uma passagem do oceano Atlântico para oceano Pacífico – conhecido por Estreito de Magalhães -; o episódio da morte de Fernão Magalhães; a necessidade de se encontrar de um novo comandante, cargo assumido por Sebastián Elcano; a célebre chegada às Ilhas Molucas; o regresso a Espanha e, por fim, a confirmação  de que o planeta Terra tem a forma de uma esfera.

     Sabemos agora que o português Fernão de Magalhães é, atualmente, reconhecido mundialmente e, para homenageá-lo, tem vindo a ser atribuído o seu nome a várias coisas, como é o exemplo dos telescópios Magalhães, das crateras Magalhães e até de uma espécie de pinguins – os pinguins Magalhães.

             Para concluirmos, consideramos que esta atividade foi muito interessante e não nos importamos nada de a repetir.

Professora Paula Moreira